Caligrafia Spenceriana

Hoje vou começar uma nova caligrafia. Eu escolhi a Spenceriana simplesmente por ter gostado mais do visual. O livro que estou usando é o do próprio criador, Platt Rogers Spencer, entitulado Spencerian Handwriting: The Complete Collection of Theory and Practical Workbooks for Perfect Cursive and Hand Lettering. É possível encontra na Amazon Brasileira, mas o livro é todo em inglês.

Spencerian Handwriting

Gostei bastante do livro porque vem toda a teoria desde como sentar e se posicionar na mesa até quais partes do braço movimentar para cada traço. Também tem uma grande parte de exercícios. Vou trazendo mais informações assim que for utilizando o livro.

A primeira parte do livro é a teoria. Começa mostrando a postura correta e como segurar a caneta. Depois parte para os princípios da escrita. A ideia é que apenas os 7 traços básicos (os princípios) são necessários para formar todas as letras. E por fim ele mostra todas as letras e uma análise de quais princípios são utilizados.

Spencerian Handwriting: The Complete Collection of Theory and Practical Workbooks for Perfect Cursive and Hand Lettering
Spencerian Handwriting: The Complete Collection of Theory and Practical Workbooks for Perfect Cursive and Hand Lettering
Link de associado da Amazon. Comprando pelo link você contribui com o Canetada!

Não precisa ler toda a teoria. Eu mesmo só li sobre a postura, como segurar a caneta e os princípios e parti pros exercícios. Cada exercício treina um princípio e letras que utilizam eles.

Evolução

Outra coisa que quero fazer aqui é documentar o progresso da minha letra. Toda semana vou escrever algo, registrar e adicionar aqui nesse post. Pra começar, minha letra atualmente, antes de começar a fazer os exercícios.

Exemplo antes de começar a caligrafia

Tintas: Pelikan Edelstein Tanzanite (texto) e Iroshizuku Kon-Peki (data)

Tinta Pelikan Edelstein Tanzanite
Tinta Pelikan Edelstein Tanzanite
Link de associado da Amazon. Comprando pelo link você contribui com o Canetada!

Primeira semana

O mais difícil da primeira semana foi reaprender a segurar a caneta de um jeito mais apropriado. Aprender o “ritmo” da escrita nova também tem sido um desafio. Mas finalizada a primeira semana posso dizer que houve avanço. Do primeiro exercício para o atual já consigo ver melhoria. Lenta, mas ainda assim melhoria.

Exemplo da primeira semana

Tintas: Pelikan 4001 Brilliant Brown (texto) e Iroshizuku Fuyu-Syogun (data)

Tinta Pelikan 4001 Marrom Brilhante
Tinta Pelikan 4001 Marrom Brilhante
Link de associado da Amazon. Comprando pelo link você contribui com o Canetada!

Segunda semana

O mais frustrante tem sido aprender as letras uma a uma e não poder escrever palavras completas até reaprender as letras necessárias. Bate uma certa ansiedade para finalizar os exercícios e aprender novas letras que acaba atrapalhando. Mas mantendo a disciplina e mantendo a qualidade do treinamento é possível ver grandes melhoras.

Exemplo da segunda semana

Tintas: Herbin Bleu Calanque (texto) e Montegrappa Bordeaux (data)

O mais interessante é que como eu vejo a mudança de forma gradual eu quase não tinha percebido a grande melhoria da primeira pra segunda semana, até ver o comparativo. Tem uma boa metáfora pra vida aí. As vezes parece que o esforço não está surtindo efeito por que a evolução é muito gradativa mas basta comparar com antes pra ver o resultado com clareza. Ou chamar alguém de fora. Também ajuda, risos.

Herbin Bleu Calanque
Herbin Bleu Calanque
Link de associado da Amazon. Comprando pelo link você contribui com o Canetada!

Primeiro mês

Um mês treinando e melhorei bastante. Infelizmente uma das semanas não pude fazer a quantidade de exercícios que gostaria de fazer.

Exemplo do primeiro mês

Tintas: Iroshizuku Yama-Budo (texto) e J. Herbin Emerald of Chivor (data)

Tinta Pelikan Edelstein Tanzanite
Tinta Pelikan Edelstein Tanzanite
Link de associado da Amazon. Comprando pelo link você contribui com o Canetada!